Rafael Guanaes reclamou bastante da arbitragem de André Luiz Riquena no empate por 1 a 1 diante do Marília

Monte Azul, SP, 09 (AFI) – Na última quarta-feira, o Monte Azul empatou por 1 a 1 com o Marília pela 3ª rodada da Série A3 do Campeonato Paulista. Rafael Guanaes, treinador do Monte Azul, reclamou bastante da arbitragem e afirmou que o juiz André Luiz Riquena teve influência direta no resultado do jogo.

Segundo Guanaes, o arbitro foi tendencioso, apitando alguns lances duvidosos. O treinador reclamou especificamente de dois lances. O chute que a bola bateu no travessão e Riquena não deu gol para o Monte Azul e um pênalti não marcado a favor deles.
O Monte Azul tem quatro pontos e ocupa a 11ª posição na tabela de classificação após três rodadas. Para Rafael Guanaes, o resultado desta quarta não foi ruim, dada as condições da partida. O treinador elogiou também a postura de seus jogadores.

O Monte Azul já voltará a campo no próximo domingo, pela 4ª rodada da Série A3. O adversário desta vez será o Paulista de Jundiaí, em jogo que acontecerá às 10h, em Bebedouro, à pedido do clube.