• AMA
  • ATLÉTICO MONTE AZUL
ùltimas
  1. Camisa oficial e autografada do Santos recebe lance de R$ 1,1 mil
  2. AMA leiloa em seu site camisa autografada do Santos
  3. Comunicado oficial sobre informações falsas da base
  4. Acompanhe os guerreiros do Azulão contra a Matonense pela internet
  5. Correção: Partida contra Catanduvense sofre alteração de local e horário

Presidente

Marcelo Fávero Cardoso de Oliveira é advogado e presidente do Atlético Monte Azul que estreia na Série A3 do Campeonato Paulista de Futebol 2017 neste domingo, dia 29, diante do São José Futebol Clube, em São José dos Campos.

Nesta entrevista, o presidente do clube, Marcelo Fávero Cardoso de Oliveira, fala sobre a formação do time, as dificuldades em jogos da série A3 e sobre o sonho em poder dar ao Azulão a oportunidade de voltar a disputar a série A2 em 2018.

– Qual a sua expectativa e da diretoria em relação ao Atlético para 2017?
Marcelo Fávero Cardoso de Oliveira – “Das melhores possíveis, fizemos um planejamento e reunimos aquelas pessoas que realmente gostam do clube e arregaçamos as mangas e vamos para a disputa de um campeonato com alto grau de dificuldades. A Série A3 tem times tradicionais que irão buscar o acesso e nós estamos entre essas equipes, creio que tudo foi feito para que possamos realizar um bom campeonato.”

– Os amistosos ajudaram a definir a base da equipe?
Marcelo – “Sim, o técnico Rafael Guanaes já tem a sua equipe formada, os onze titulares, e acredito que ele e sua comissão técnica irão trabalhar em sintonia para que o time seja bem competitivo na disputa da Série A3. Foram cinco amistosos e o Azulão mostrou realmente que está no caminho certo, pela boa formação da sua equipe e pelo início do planejamento da competição, que prevê muita disputa até o seu final. Vamos precisar de algumas peças de reposição, jogadores que serão contratados a pedido da comissão técnica, e acredito muito que iremos realizar um bom campeonato.”

– Neste domingo acontece a estreia e, depois, mais 18 jogos, com dez em casa. O que esperar da competição?
Marcelo – “Nós esperamos um grau de dificuldade enorme, pois temos muitas equipes de renome que caíram para esta divisão e que querem retornar à elite do futebol paulista, mas iremos batalhar para que possamos buscar alguns pontos fora do nosso estádio, e em casa fazer prevalecer a nossa torcida e o nosso torcedor, que eu tenho certeza que irá nos apoiar. Nós começamos no dia 29 e terminaremos nossa jornada no dia 16 de abril, jogando em casa, diante do Noroeste de Bauru. A tabela traz nove jogos fora e dez aqui no nosso estádio. Por isso, creio que, com o apoio do nosso torcedor, possamos fazer a diferença com os jogos aqui e em jogos fora vamos buscar alguns resultados que nos permitem pontos que lá na frente serão importantes para o nosso planejamento.”

– Como o clube vai administrar as finanças para manter a estrutura de um bom time?
Marcelo – “A situação que o país passa não é das melhores em todos os sentidos, então nós aqui no clube estamos procurando vender os passaportes, as placas de publicidade, tem a rifa do carro, de apenas R$ 10,00, que vai ajudar, e o trabalho daqueles que gostam do Atlético que estarão conosco nesta caminhada buscando permitir ao clube que ele possa fazer um bom campeonato e, se possível, voltar para a Série A2 em 2018. Chegou a hora da cidade novamente abraçar esta causa, que é o nosso Azulão, e nos jogos em casa que possamos ter um bom público, ajudando a equipe a conquistar os pontos necessários para seguir no campeonato.”

– Sua mensagem para o campeonato.
Marcelo – “Eu agradeço a todos, em nome da diretoria, e espero contar com o apoio dos torcedores para que possamos lutar pelo nosso acesso e voltarmos para a Série A2 em 2018. Muito obrigado”.