• AMA
  • ATLÉTICO MONTE AZUL
ùltimas
  1. Camisa oficial e autografada do Santos recebe lance de R$ 1,1 mil
  2. AMA leiloa em seu site camisa autografada do Santos
  3. Comunicado oficial sobre informações falsas da base
  4. Acompanhe os guerreiros do Azulão contra a Matonense pela internet
  5. Correção: Partida contra Catanduvense sofre alteração de local e horário

Noroeste

Fundado em 1º de setembro de 1910, com o nome de Sport Club Noroeste, a equipe de Bauru teve como primeiro presidente o engenheiro Carlos Gomes Nogueira. Entre os primeiros sócios beneméritos do clube estão figuras importantes de Bauru, como Alfredo de Castilho, Eduardo Vergueiro de Lorena (prefeito da cidade entre 1925 e 26 e 1929 e 30), Ernesto Monte (Prefeito de 1938 a 41), Otávio Pinheiro Brisolla (prefeito entre 1918 e 21 e 1948 e 52), entre outros. O primeiro confronto da história do Noroeste foi contra um selecionado da cidade de São Manuel. Vitória por 1 a 0.

A Maquininha Vermelha, mascote em homenagem à Companhia Estrada de Ferro Noroeste do Brasil (fundada em 1904), já teve jogadores como Toninho Guerreiro e Jairzinho, o “Furacão” da Copa de 70, em seu elenco. O Noroeste amarga uma história de sobe e desce desde que chegou ao futebol profissional, em 1948.

A melhor campanha do Noroeste no Paulista foi em 1960, com 17 vitórias, seis empates e 11 derrotas, terminando em quinto lugar, com a participação de Toninho Guerreiro e Zé Carlos.

Em 1966, recomeçou o sobe e desce. O time caiu e só voltou à Divisão Principal do Paulista em 1970. Disputando a Segunda Divisão do Campeonato Paulista, ficou com a quarta e última vaga daquele campeonato de 1973 e voltou a jogar na elite paulista em 1974, quando terminou em décimo lugar.

Para a Primeira Divisão do Brasileiro de 1978, que tinha alcançado, contratou Jairzinho. Contudo, não passou da segunda fase. Em 1981, o clube foi rebaixado novamente, para voltar à elite do Paulista só em 1984. Mais alguns anos de sobe e desce, até 1999, quando caiu para a Série A3.
O ressurgimento foi em 2004, após uma excelente temporada, com a volta à Série A2 e a subida à Série A1, na campanha de 2005, depois de 12 anos.

Com boas campanhas nos Campeonatos Paulistas de 2007 e 2008, o Noroeste conseguiu alguns bons resultados diante dos grandes times da capital. Contudo, na temporada de 2009, a equipe de Bauru realizou uma de suas piores campanhas da história e acabou sendo rebaixada à Série A2. Com três vitórias, cinco empates e 11 derrotas, o Noroeste terminou o Campeonato Paulista na última colocação (20° lugar).

O ano de 2010 teria que ser especial para o Noroeste, já que em 1º de setembro o clube passaria a ser centenário. E o ano começou muito bem com vice-campeonato na disputa da Série A2 do Campeonato Paulista, garantindo vaga na elite do Campeonato Paulista em 2011.

No segundo semestre de 2010 a festa ficou por conta da comemoração de seu centenário, que reuniu em um jogo festivo no estádio Alfredo Castilho vários ex-jogadores em uma partida entre a seleção Brasileira de Masters contra os Masters do Noroeste, combinado ainda com os Masters das grandes equipes do futebol paulista. Dentro de campo, a equipe chegou até a segunda fase da Copa Paulista de Futebol, onde foi eliminada.

Em 2011, o Norusca não desempenhou uma boa campanha no Campeonato Paulista, e terminou a competição estadual na 19ª colocação, voltando à Série A2. No ano seguinte, o time terminou em sétimo na primeira fase, conseguiu a classificação, mas não teve bom desempenho no quadrangular decisivo.

No segundo semestre de 2012, o Noroeste disputou a Copa Paulista. Após avançar com dificuldade na primeira fase, o time se encaixou e chegou na final contra o Audax. Com duas vitórias nos jogos finais, o Noroeste repetiu 2005 e conquistou novamente o título da competiçando, garantindo mais uma vez a vaga na Copa do Brasil.

O bom fim de ano em 2012 não ajudou o time, que na Série A2 de 2013 fez péssima campanha, e acabou rebaixado após terminar em 17º lugar.