• AMA
  • ATLÉTICO MONTE AZUL
ùltimas
  1. Camisa oficial e autografada do Santos recebe lance de R$ 1,1 mil
  2. AMA leiloa em seu site camisa autografada do Santos
  3. Comunicado oficial sobre informações falsas da base
  4. Acompanhe os guerreiros do Azulão contra a Matonense pela internet
  5. Correção: Partida contra Catanduvense sofre alteração de local e horário


Após o afastamento do ECO (Esporte Clube Osasco) das competições oficiais de futebol do Estado de São Paulo, a cidade de Osasco ficou sem um representante oficial no futebol paulista. Indignados com a situação, cinco moradores da região e ex-torcedores do ECO decidiram fundar um novo clube de futebol para defender a cidade dentro de campo. Após alguns encontros e muita conversa, no dia 17 de dezembro de 2007 foi fundado o Grêmio Esportivo Osasco.

Animada com a iniciativa e empenhada em incentivar o esporte na cidade, a prefeitura de Osasco deu a estrutura necessária para que os “novos dirigentes” desenvolvessem o projeto de expansão do Grêmio Osasco.

Escolher as cores do uniforme do clube foi a primeira iniciativa dos fundadores. Em homenagem ao italiano Antonio Agu, fundador da cidade de Osasco, a agremiação é representada pelas cores da Itália: verde, branca e vermelha.

Dentro de campo, o Grêmio Osasco começou a escrever sua história em 2008, quando disputou pela primeira vez uma competição oficial organizada pela Federação Paulista de Futebol: a Segunda Divisão do Campeonato Paulista.

Surpreendendo até o mais fanático dos seus torcedores, a equipe, treinada na época pelo técnico Toninho Moura, conseguiu o acesso para a Série A3 do Campeonato Paulista juntamente com Campinas, Batatais e PAEC. Em seu segundo ano de existência, o clube de Osasco já começava a escrever um capítulo da sua curta história no futebol de São Paulo.

Em 2009, a disputa da Série A3 já era uma realidade no Grêmio Osasco. No entanto, a equipe entrou na competição com pouquíssimo favoritismo para conquistar uma das vagas na Série A2 de 2010. Na primeira fase, mais uma campanha surpreendente, já que, das 20 equipes participantes, o Grêmio Osasco terminou com a terceira melhor colocação e garantiu-se na segunda fase do torneio, ficando atrás apenas de Votoraty e PAEC.

Embalada pelo ótimo desempenho na primeira etapa da competição, a equipe comandada pelo técnico André de Oliveira entrou para a segunda fase como a grande surpresa da Série A3, e não decepcionou. Após eliminar clubes como XV de Piracicaba e Penapolense, o time de Osasco chegou à final do torneio, disputada no dia 21 de junho, contra o Votoraty.

Na grande final, o Grêmio Osasco foi derrotado por 2 a 0 e ficou com o vice-campeonato. Entretanto, o acesso para a Série A2 já estava garantido.

A primeira passagem pela Série A2, no entanto, foi bem abaixo do esperado. Com uma campanha abaixo da média, a equipe foi rebaixada novamente para a Série A3.

Em 2011, a equipe fez a melhor campanha do seu grupo na primeira fase da Série A3, mas acabou não repetindo o bom desempenho na fase seguinte e acabou eliminada. No ano seguinte, o time osasquense fez a segunda melhor campanha da primeira fase, mas, diferentemente do ano anterior, manteve a boa fase e conquistou o acesso e também uma vaga na final do torneio.

Na final diante do Rio Branco de Americana, o Grêmio Osasco acabou sendo superado e pela segunda vez ficou com o vice-campeonato da divisão.

Em sua volta à Série A2, o Grêmio Osasco começou muito bem, chegando a liderar o torneio até a metade da primeira fase. Uma queda de rendimento na segunda parte, porém, fez com que a equipe não conseguisse a classificação para a fase seguinte.