• AMA
  • ATLÉTICO MONTE AZUL
ùltimas
  1. Camisa oficial e autografada do Santos recebe lance de R$ 1,1 mil
  2. AMA leiloa em seu site camisa autografada do Santos
  3. Comunicado oficial sobre informações falsas da base
  4. Acompanhe os guerreiros do Azulão contra a Matonense pela internet
  5. Correção: Partida contra Catanduvense sofre alteração de local e horário

Independentes

O Independente Futebol Clube foi fundado no dia 19 de janeiro de 1944 como uma equipe de futebol amador. Antes de se profissionalizar, a equipe venceu seis vezes o Campeonato Amador de Limeira, em 1958, 1962, 1965, 1967, 1969 e 1971. Além disso, foi tricampeão da Taça Cidade de Limeira, em 1963, 1964 e 1965 e ficou com a posse definitiva da taça.

Ainda antes de disputar os torneios profissionais, o Independente ganhou o apelido que carrega até hoje: Galo da Vila Esteves – bairro onde está localizada a sede do clube e alusão ao uniforme, igual ao do Atlético Mineiro, que já carregava o mesmo apelido.

No escudo, apenas uma alteração ao longo de sua história: a letra “I” inserida em um círculo foi substituída por outro muito parecido com o atual, criado em meados de 1960. Posteriormente, somente pequenas mudanças, com a alteração apenas na década de 70, quando um galo foi introduzido, inicialmente, ao brasão. Depois, o galo foi inserido no contorno inferior do escudo, que perdura até hoje.

O Independente participou pela primeira vez de uma competição organizada pela Federação Paulista de Futebol três décadas depois de sua fundação, em 1972, ano em que se tornou profissional. Disputou o Campeonato da Segunda Divisão e foi campeão deste torneio no ano seguinte, em 1973, conseguindo o acesso à Divisão Intermediária do Futebol Paulista. Desde então, o time de Limeira participa, todos os anos, de alguma competição organizada pela FPF.

No entanto, em 1974, o clube não pôde disputar a Divisão Intermediária, em função de seu estádio comportar apenas cerca de duas mil pessoas. Mas em 1975, para atender às exigências da Federação Paulista de Futebol, o clube iniciou uma campanha popular para construir as arquibancadas do estádio municipal Agostinho Prada, o Pradão, em Limeira, aumentando sua capacidade para 10 mil lugares. Só assim pôde disputar o Campeonato da Divisão Intermediária.

Em 1984, a equipe foi rebaixada para a Segunda Divisão e um novo acesso foi conquistado quatro anos depois, quando terminou o campeonato em segundo lugar, em 1988, e adquiriu novamente o direito de disputar a Divisão Intermediária de 1989.

Em 1991, conquistou o Torneio Inicio da Divisão Intermediária da FPF e foi vice-campeão Paulista da Divisão Intermediária. Porém, em 1992, foi rebaixado novamente para a Segunda Divisão, onde permaneceu até 1998. Em 1999, foi campeão da Série B1 do Campeonato Paulista, adquirindo o acesso à Série A3 do Estadual. Em 2007, um importante título: o da Copa Energil C, na final contra o Flamengo.

Na temporada de 2009, o clube chegou aos seus 65 anos de existência e, na Segunda Divisão do Campeonato Paulista, não conseguiu passar à segunda fase, assim como ocorreu em 2010.

Surpreendente em 2011, o time de Limeira teve campanha arrasadora, mantento-se invicto nas duas primeiras fases, chegando à grande decisão com o Capivariano podendo empatar os dois jogos para ser campeão. Após perder por 2 a 0 fora de casa, devolveu o placar em casa confirmando o feito histórico.

Em 2014, foi um ano especial para o Independente de Limeira. A equipe garantiu o acesso inédito para a Série A2 do Campeonato Paulista, tornando-se o time mais forte da cidade de Limeira e disputando pela primeira vez uma divisão acima de maior rival, a Internacional de Limeira. Vale ressaltar, que foi justamente diante da Inter de Limeira que garantiram o acesso, ao vencer pelo placar de 3 a 1. No entanto, foi derrotado na final contra o Grêmio Novorizontino e acabou com o vice-campeonato da Série A3.

No mesmo ano, disputou a Copa Paulista, chegando à semifinal da competição, mas foi eliminado pelo Botafogo, que perderia a final para o Santo André.

Neste ano, o Independente lutou para garantir o segundo acesso consecutivo até a última rodada. Apesar de ter terminado na sexta colocação tabela, fez a mesma pontuação que o Água Santa, quarto colocado na classificação geral. Deixando o sonho do acesso para a elite do futebol paulista para 2016.